Para entender

Mobilização e articulação | 11 Set 2020

Guia para jornalistas reúne contatos da sociedade civil

Guia de Fontes da Brasil de Direitos informa sobre a atuação de mais de 50 organizações de todo o país. Objetivo é contribuir para a diversificação de vozes na imprensa nacional
No cotidiano corrido das redações, a busca pela notícia vem associada, inevitavelmente, à busca pelas melhores fontes. O termo se refere aos documentos, pessoas e instituições às quais os jornalistas recorrem à procura de novidades, dados e análises. Cada fonte olha o mundo a partir de suas vivências e interesses. Diante do desafio de cobrir realidades complexas, o trabalho de um jornalista melhora conforme aumenta a diversidade de suas fontes de informação.

Sabendo disso, o  Guia de Fontes da Brasil de Direitos quer contribuir para que as vozes presentes na imprensa sejam mais plurais. Nele, reunimos informações sobre organizações de defesa de direitos humanos — grupos que colaboram com a produção de conteúdos da plataforma Brasil de Diretos — atuantes no Brasil inteiro, e seus dados de contato. São organizações como o Instituto Sou da Paz, que discute segurança pública baseada em evidências. Ou a Associação Pernambucana de Mães Solteiras, cujo trabalho já garantiu que mais de 50 mil crianças passassem a ter o nome do pai nos seus registros de nascimento.

>> Clique aqui para abrir o arquivo em formato navegável para desktop

>>Clique aqui para acessar a versão para dispositivos móveis






Ouvir o que têm a dizer permitirá aos jornalistas incorporar novos olhares e histórias à cobertura diária: “O debate em torno de uma maior diversidade de opiniões na imprensa não é uma discussão qualquer. No fundo, ele envolve a disputa pelo imaginário de uma sociedade, pela interpretação da realidade e pelas políticas públicas dela decorrentes”, afirma a jornalista Flávia Lima, ombudsman do jornal Folha de S.Paulo, que assina o texto de abertura da publicação.

A intenção é que o Guia seja uma obra em constante atualização, de modo a agregar novas organizações continuamente.

A publicação é uma iniciativa do Fundo Brasil: uma fundação independente que, desde 2007, apoia projetos de defesa de direitos no país todo. A ideia deriva da experiência acumulada pela instituição na plataforma Brasil de Direitos. O site, que reúne conteúdos sobre direitos humanos, foi construído em colaboração com as organizações presentes neste Guia. Na plataforma, são publicadas notícias, entrevistas, textos de análise e opinião — tudo a partir da perspectiva de grupos da sociedade civil organizada.

Os grupos presentes no documento foram divididos em 12 temáticas de atuação. Vão do combate ao trabalho escravo à proteção dos direitos das crianças. Ao longo das últimas décadas, essas organizações contribuíram para o fortalecimento da democracia no Brasil. Trabalharam pela redemocratização do país e pela aprovação de leis que combatem a violência de gênero e o racismo.

Suas histórias são muitas. Além de ser um instrumento de trabalho, esperamos que o Guia seja um convite, para que você possa conhece-las.


 

COMENTAR

Marque os usuários da plataforma utilizando o

Você precisa estar logado(a) para enviar sua mensagem.